NÃO GOSTO DE JESUS

2017-12-05T14:16:04+00:00 5 de dezembro de 2017|Blog|0 Comentários

Ao oferecer um panfleto a uma pessoa nessa madrugada, ouvi a seguinte frase: “É de Jesus? Mas eu não gosto de Jesus! Dê isso para quem realmente queira”.

O que leva uma pessoa a esta afirmação? Qual seria o motivo para não gostar de Jesus? Isso depende de quais são as ideias e experiências que se escondem por trás do conceito que cada um tem a respeito de Cristo.

Uma pessoa poderia dizer que não gosta de Jesus porque não gosta de religião. Muitos são os que já foram feridos e discriminados pela religião. Acredite, todos nós, em algum momento, já fomos. Pode ser que o nome de Jesus esteja ligado a fatos desagradáveis que envolvam pessoas enganadoras, gananciosas e de mau caráter. Mas eu te digo uma coisa: este é exatamente o tipo de gente que Jesus combatia (Mateus 5:20; 16:6; 23:4-33). Jesus não só abominava religiosos hipócritas e corruptos (Marcos 7:6), como chegou a agir com violência ao ver a Casa de Deus servir de livre comércio (João 2:15-17).

Pode ser que o nome de Cristo esteja, infelizmente, envolto  numa aura de machismo e discriminação. Mais uma vez eu peço que olhe as Escrituras com mais cuidado e atenção. Jesus não discriminava mulheres (Marcos 14:3-6; João 4:7-29; 8:3-11). A igreja primitiva cresceu com o trabalho conjunto de muitas mulheres (Lucas 8:1–3; Mateus 27:55; Marcos 15:41; Atos 9:36-12; 16:14; 18:2; Romanos 16:6).

Jesus ensinou a nos despirmos de toda a discriminação social, étnica ou religiosa (Mateus 15:28; Lucas 10:33-37;). Ele estava com os pecadores, andava com os marginalizados, alimentava os famintos e curava os doentes (Mateus 9:11; 19:1:2). Jesus sempre esteve de mãos estendidas e morreu de braços abertos (Mateus 27:32; Marcos 15:21; Lucas 23:26; João 19:17)

Jesus jamais quis que fossemos presos, oprimidos e alienados por outros (Mateus 23). Mas engana-se você, caso tenha pensado que Ele era contra igrejas. Ele simplesmente quer que sejamos uma igreja unida em amor (João 17:20) e que realmente faça a diferença na vida das pessoas. Ele cumpriu todos os preceitos de sua religião (Mateus 5:17-18; Gálatas 3:13), mas ensinou quais são as prioridades (Marcos 2:27) e qual é a vontade de Deus (Mateus 18:14; João 15:17). Sim, Ele é surpreendentemente acima do que possamos imaginar com nossa mente limitada. Sempre estará à frente de seu tempo.

Não foi apenas um homem bom, mas é filho do Deus vivo (Mateus 16:16, 32) que veio para salvar o mundo da condenação do pecado (Lucas 5:32; I Timóteo 1:15) e nos levar para viver a seu lado (João 14:2). Jesus é o caminho, a verdade e a vida (João 14:6).

Não se apresse em dizer o que pensa de qualquer pessoa (especialmente de Jesus), sem conhecer sua trajetória. Leia a Bíblia! Você vai não apenas conhecê-Lo melhor, como poderá também conhecer melhor a si mesmo. Jesus é amor. Como não amá-lo?

Se você quer conhecê-lo em verdade, não pela ótica de outros, mas por si mesmo, não por meio de pessoas, mas por Ele próprio, comece fazendo esta oração comigo:

“Jesus, eu não quero a opinião dos outros, mas a sua verdade. Eu creio que o Senhor existe, veio a este mundo e foi mais do que uma pessoa comum, mas quero nesse momento, conhecê-lo de verdade, e saber que você está me ouvindo. Quero provar da sua presença como tantos por aí dizem sentir. Perdoe-me pelos meu pecados, mas venha ao meu coração e me ensine a sua Palavra. Que o Seu Espírito venha, me ensine a caminhar ao seu lado e a seguir seu exemplo. Em seu nome, humildemente peço. Amém”.

Deixar Um Comentário